Atualidades

Autores exclusivos, escrevendo sobre os mais variados assuntos do mundo do entretenimento

Homenagens a Luis Eduardo Maron de Magalhães

publicado Quinta, 19 de Abril de 2018, 10:45 h

O deputado Luís Eduardo Magalhães será lembrado em uma série de homenagens por ocasião dos 20 anos de sua morte. A primeira homenagem aconteceu ontem, quarta-feira (18), na Assembleia Legislativa da Bahia com uma sessão especial requerida pelo deputado Adolfo Viana. Além dos depoimentos emocionantes de Adolfo Viana e de Marcus Presídio, o filho do homenageado, Luis Eduardo Magalhães Filho falou em nome da família, e deixou seus convidados com saudades .

O discurso de Luis Eduardo Magalhães Filho em nome da família. (Foto: Reprodução)

Carolina Magalhães e seu filho Luiz Eduardo Guinle, o primeiro neto do saudoso Luis Eduardo Magalhães (Foto: Reprodução)

O deputado Adolfo Viana e Luis Eduardo Magalhães Filho (Foto: Reprodução)

Muitos convidados de peso estiveram presentes, mas sobretudo amigos que ali estavam para homenagear e relembrar a obra de um dos maiores destaques políticos do país que faleceu, em 21 de abril de 1998.

 (Foto: Reprodução)

Nesta sexta-feira (20) a família está convidando os amigos do saudoso Luis Eduardo para uma missa que será celebrada , às 9h, no Mosteiro de São Bento, na Avenida Sete de Setembro.

Já no dia 25,  a homenagem será em Brasília durante uma sessão solene na Câmara dos Deputados,  às 9h. Depois da sessão, será aberta, no salão nobre da Câmara dos Deputados, uma exposição de fotos e acontecerá o lançamento de uma publicação sobre o deputado.

Vida e Legado

Nascido em Salvador e formado em Direito pela Universidade Federal da Bahia (Ufba), Luís Eduardo Magalhães ingressou na carreira política em 1973, quando tinha 18 anos, como Oficial de Gabinete do Governador do Estado da Bahia, cargo ocupado por seu pai, Antonio Carlos Magalhães. Em 1975, Luís Eduardo se tornaria Chefe de Gabinete do Primeiro-Secretário da Assembleia Legislativa da Bahia, permanecendo na função até 1979, quando saiu candidato a deputado estadual, com apenas 23 anos. Ocupou o posto de deputado estadual por dois mandatos consecutivos, sendo eleito presidente da Assembleia Legislativa da Bahia. Em 1987, foi eleito deputado federal, exercendo também a função de presidente da Câmara entre 1995 e 1997. Naquele ano, Luís Eduardo era considerado o pré-candidato favorito ao governo da Bahia, nas eleições que aconteceriam em outubro. Além disso, era apontado dentro do então Partido da Frente Liberal (PFL) como o principal concorrente à Presidência da República, na eleição de 2002. O político  deixou três filhos, Carolina Magalhães, Paula Magalhães e Luís Eduardo Magalhães Filho. No âmbito pessoal, o deputado era conhecido por ser um apreciador refinado de música, literatura e filmes, além de ter sido um fã declarado dos escritores Jorge Amado e João Ubaldo Ribeiro, conhecidos internacionalmente por escrever as belezas e costumes da Bahia.