Bahia By

A Bahia com estilo, expressada por diversas personalidades, através de entrevistas divertidas e interessantes

O neto de Tancredo Neves!

Original

Aécio Neves!

em 11/11/2011

 

Vamos falar um pouco sobre esse jovem político Aécio Neves, neto de Tancredo Neves.

Esse mineiro de Belo Horizonte se dedicou intensamente na campanha presidencial de seu avó  participando de comícios por todo o Brasil. Em 15 de janeiro de 1985, Tancredo Neves venceu as eleições indiretas para a Presidência da República, e um dia antes da posse, Tancredo foi internado com fortes dores abdominais falecendo em  21 de abril de 1985, em conseqüência de uma infecção generalizada. O Brasil se comoveu com a sua morte é Aécio ficou inconsolado.

Ainda jovem,  e com a experiência e o exemplo de Tancredo, Aécio  se elegeu deputado federal pelo PMDB em 1986. Em março de 1989  filiou-se ao PSDB e foi reeleito deputado federal em 90. No ano de 1992, teve sua única derrota nas urnas, na disputa pela Prefeitura de Belo Horizonte. Mas não desistiu,  e em 1994 ocupou novamente uma cadeira na Cãmara federal pela terceira vez consecutiva, e atuou como terceiro-secretário na Mesa Diretora e logo foi eleito presidente do PSDB mineiro.

Em 1997, Aécio foi eleito líder do PSDB na Câmara e se destacou pela capacidade de articulação política. Isso fez com que ele fosse reeleito em 1998, 1999 e 2000 – fato inédito na história do partido.

Aécio Neves foi governador de Minas Gerais e  deixou o governo em 2010 com altos índices de popularidade. Recebeu a maior votação da história política do Estado, em  2002 ao Governo de Minas Gerais, e foi o primeiro governador eleito em primeiro turno na história de Minas.

Em outubro de 2006, foi reeleito governador, novamente no primeiro turno. E em  2008, se tornou o segundo governador a permanecer mais tempo no Palácio da Liberdade.

Elegeu-se então Senador da República por Minas Gerais, com 7.565.377 votos tornando-se um dos principais nomes do PSDB no Congresso Nacional. Tomou posse em Brasília, em fevereiro de 2011.

Nos corredores do Congresso tem gente apostando que seu próximo passo  políticos é disputar o Palácio do Planalto nas eleições de 2014.

 Fonte: www.aecioneves.com.br/